Social Media Sneak Peek #52


Facebook em guerra contra YouTube


Pretendendo fazer frente ao YouTube, o Facebook vai expandir a sua ferramenta de vídeos, o Watch.

Lançado em agosto do ano passado nos EUA, a rede social afirmou que vai expandir o recurso para outros países. O Watch reside dentro do próprio Facebook, mas em uma aba separada. Segundo a empresa, há pelo menos 50 milhões de pessoas assistindo a pelo menos um minuto de vídeo por mês, com um aumento de 14 vezes o número registrado no início do ano.


O diferencial, segundo o Facebook, é o social, contando com interatividade do público para criar experiências diferentes. Uma delas são as “Watch Parties”, no qual é possível organizar seus amigos para que todos assistam juntos a algum vídeo ou a alguma playlist e comentar em tempo real. O Facebook também promete jogos interativos, como o Confetti, que é inspirado no HQ Trivia, em que o público precisa responder perguntas de múltipla escolha para vencer a competição.




Mais do Facebook


O Facebook começou a testar uma nova ferramenta chamada "coisas em comum”, que aparece para alguns usuários com informações sobre outras pessoas de dentro da plataforma.


Nos comentários de uma postagem feita pela página de uma marca, por exemplo, um usuário pode encontrar informações que de alguma forma aproximam ele da pessoa que fez o comentário. O Facebook pode mostrar que você e a pessoa são da mesma cidade, estudaram na mesma faculdade, trabalharam na mesma empresa, ou então participam do mesmo grupo dentro da rede social.




YouTube vai alertar para o tempo gasto na plataforma


O YouTube anunciou na segunda-feira o lançamento de uma opção que permite às pessoas controlar e monitorar o tempo de uso na plataforma.


No anúncio no blog, a empresa disse que as pessoas poderão acessar um novo perfil em seu menu de contas, ver o tempo que gastaram nos últimos dias vendo vídeos e inclusive escolher se querem ser lembrados de dar um tempo, enquanto estiverem assistindo.


Além disso, o usuário também poderá desabilitar as notificações durante um período no dia, para que não fique tentado a ver nada na rede social.





Twitter agora vai sugerir contas para dar.. unfollow!


Depois do Facebook, Instagram e YouTube, agora é a vez do Twitter se preocupar com o tempo com que os usuários passam dentro da plataforma. Assim, a rede social está sugerindo que você “melhore sua timeline” dando unfollow em algumas pessoas que você segue.


Um porta-voz do Twitter confirmou o teste: “Sabemos que as pessoas querem um feed relevante no Twitter. Uma maneira de fazer isso é deixar de seguir as pessoas com quem elas não se envolvem regularmente. Fizemos um teste incrivelmente limitado para apresentar contas com as quais as pessoas não estavam envolvidas para verificar se elas gostariam de deixar de segui-las.”









LinkedIn Learning chega ao Brasil


No último dia 16, o LinkedIn anunciou o lançamento da plataforma Learning no Brasil, um catálogo de cursos online que agora conta com aulas em português.


A plataforma estreia no Brasil com 80 cursos nas áreas de desenvolvimento profissional, liderança e gestão, softwares de negócios, gerenciamento de projetos e operações. A promessa é de chegar a 200 cursos até 2019.


Para ter acesso, porém, o usuário deve ser assinante da versão Premium, que custa a partir de R$ 50 por mês no plano “Carreira”.






Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square